Infinitive Verbs - Verbos no Infinitivo

NA GRAMÁTICA, INFINITIVO É NOME USADO PARA CERTAS FORMAS DE VERBO QUE EXISTIR EM MUITAS LÍNGUAS.

No Brasil, os verbos no infinitivo são marcados por sua terminção “R”.
Exemplo: CantaR, BebeR, PartiR

Na língua francesa, existem três formas no infintivo: os verbos que terminam em -er, -ir e ir-oir-re.

Exemplo: ParLER (falar), FinIR (acabar) AvOIR (ter), ÊtRE (ser)

Na língua inglesa, os verbos no infinitivo são marcados pela partícula “To” no começo da palavra. Quando eles não vêm com partícula “TO”, são chamados de “Bare Infinitive”, ou seja, Infinitivo Nú.

Exemplo: To speak (falar), To finish (acabar), To have (ter), To be (ser/estar)

O VERBO NO INFINITVO EM INGLÊS É USADO EM DIVERSAS SITUAÇÕES:

Pode ser usado como sujeito da oração, expressando ação, estado abstrato: to know me is to love me” (conhecer-me é amar-me/ me conhecer é me amar).

Pode ser usado como sujeito da oração iniciado pela proposição “For”: For him to fail now would be a great disappointment” (Para ele fracassar agora seria uma grande decepção)

Pode ser usado após muitos verbos intransitivos; nesse caso, tem o sujeito da verbo principal como sujeito implícito: “I agree to leave”( eu concordo em sair)

Pode ser usado depois de objeto direto de muitos verbos transitivos; nesse caso, tem geralmente objeto direto do verbo principal como sujeito implícito:I convinced him to leave with me” (Eu o conveci a sair comigo)

Pode ser usado depois de verbo intransitivo, junto do sujeito usa a preposição “For”: “I waited for summer to arrive”. (Eu esperei pelo verão chegar)


Agora veja alguns verbos no infinitivo em inglês seguido de suas traduções:



A língua Inglesa no jogo de tênis

Todos nós sabemos que o a língua inglesa está por todo o lugar onde andamos. No esporte, temos uma porção de exemplos como boxing, baseball, handball, basketball, etc. Hoje, estou postando várias palavras que frenquentemente aparecem num jogo de Tênis. Um esporte de alta técnica e muita precisão. Confira!

Ace(êice)- Saque indefensável. A definição moderna admite que o adversário toque na bola, desde que ela continue sua trajetória para o fundo da quadra.
Approach (aprôuxi) - Qualquer golpe dado no fundo de quadra com o objetivo de se aproximar da rede para executar o voleio.
ATP - Sigla da Associação masculina de tênis profissional (Association of Tennis Professsionals).
Backhand (béqui-rênd) - Golpe dado do lado contrário ao que se segura a raquete (backhand significa costas da mão, ou seja é o golpe em que o tenista mostra as costas da mão ao adversário). Costumeiramente chamado de "esquerda" ou " revés". Observe que o backhand de um canhoto é o lado direito.
Break (brêique) ou quebra - Ganhar o game em que foi o adversário quem sacou.
Break point (brÊique-póint) - Ponto que favorece o recebedor e assim pode conduzir à quebra de saque.
Challenger (tixálendiger) - Categoria de torneio profissional masculino, com premiação que varia de US$ 25 a US$ 100 mil.
Flat - Golpe dado na bola com pouco efeito.
Deuce (díuci) - Palavra de origem francesa, que significa igualdade no placar de um game depois que ele atinge 40 a 40. No Brasil, utiliza-se "iguais".
Drills (dríus) - Termo em inglês, utilizado para designar uma série de exercícios por repetição.
Drive (dráiv) - Qualquer golpe executado no fundo da quadra.
Drop shot (dróp-xót) - Mais conhecido por curtinha, é dado com efeito underspin para que caia junto à rede e quique o mais baixo possível.
Drop volley (dróp-vôlei) - Deixadinha dada através de um voleio (ou seja, sem deixar a bola quicar no chão).
Follow-through (fólou-tru) - É o movimento que o braço que segura a raquete descreve após o contato da raquete com a bola.
Forehand (fór-rend) - Significa palma da mão, ou seja é o golpe em que o tenista mostra a palma da mão ao adversário.
Fout fault (fút-fal) - Falta cometida com os pés durante a execução de saque, conforme especifica a regra (tocar a linha ou tirar os dois pés do chão antes de a raquete tocar a bola).
Game (gueime) - Parte da contagem do tênis. É a unidade que compõe o set. Cada game é disputado por, no mínimo, quatro pontos. Os lances ganhos por cada jogador têm pontuação progressiva de 15, 30, 40 e game. Em caso de empate no 40/40, haverá necessidade de se ganhar dois pontos consecutivos para vencer o game.
Game point (gueime-póint) - Ponto favorável ao sacador, que permite vencer o game.
Grand Slam - Conjunto dos quatro torneios mais tradicionais do tênis, formado por Australian Open (Austrália), Roland Garros (França), Wimbledon (Inglaterra) e US Open (EUA), supervisionados pela Federação Internacional.
Grand Willy (gran-uíli) - Nome dado ao golpe em que se bate na bola por entre as pernas, de costas para a rede, geralmente na defesa de um lob. Nome é homenagem ao argentino Guillermo Vilas.
Grip - Termo utilizado para designar a grossura do cabo da raquete (é medida em polegadas) ou o material (de couro ou sintético) que reveste o cabo da raquete.
Ground stroke (gráund-istrouque) - Nome em inglês dado a qualquer golpe executado no fundo de quadra.
Indoor (indór) - Termo em inglês para designar que a quadra é coberta (fechada).
Let (lét) - Expressão utilizada para pedir a repetição de um ponto em função de despreparo do jogador ou interferência externa na partida. Termo vem da expressão em inglês "let's play again" (vamos jogar novamente).
Lob (lób) - Golpe dado sobre o adversário quando ele está próximo da rede. Tecnicamente, o lob é uma passada.
Lucky loser (lâqui-lúser) - Termo utilizado no tênis profissional para designar jogador que foi eliminado na última rodada do qualificatório, mas que entra na chave principal por desistência de outro jogador.
Masters - Tem dois significados. Nos torneios disputados em forma de circuito, é o nome dado à última etapa em que são convocados os melhores classificados das etapas anteriores. Termo também empregado para designar o torneio que fecha uma temporada, com a presença limitada aos melhores do ranking.
Masters Series (síuries) - Nome dado à série dos nove maiores torneios organizados pela Associação masculina (ATP), que substituiu o termo "Super 9" a partir de 2000.
Match point (mét-póint) - Ponto que permite encerrar a partida.
Net - Expressão utilizada para indicar que o saque resvalou na fita. Caso a bola toque a fita e caia no quadrado correto de saque, haverá um "let", ou seja o saque será repetido.
No-ad (nou-éd) - Forma moderna de contagem de um game, ainda de uso restrito, em que se exclui a necessidade de dois pontos de diferença para vencer o game. Significa "sem vantagem", ou seja, quando se chegar no 40/40, o recebedor escolhe o lado que quer receber. O ponto a ser jogado define imediatamente o vencedor do game.
Not up (nót-âp) - Termo utilizado para indicar que a bola quicou pela segunda vez no solo, geralmente numa jogada em que o tenista rebate a bola já muito perto do chão.
Out (áut) - Termo em inglês para designar que a bola foi lançada fora das marcas válidas da quadra ou da área de saque.
Overhead (ôver-réd) - Golpe dado por sobre a cabeça, equivalente ao smash.
Over-rule (ôver-rul) - Prerrogativa exclusiva do árbitro de cadeira de mudar a marcação dada por um juiz de linha.
Passing shot (pássin-xót) - Termo em inglês para indicar a passada.
Quadra de har-thru (rar-trú) - Feita com pó de cimento, quase em desuso. É pouco mais veloz que o saibro.
Qualifying (qualifáin) - O mesmo que qualificatório. Diz-se de uma competição preliminar, realizada com o objetivo de selecionar jogadores para o torneio principal.
Ranking (rânquin) - Qualquer sistema matemático que pretenda classificar jogadores ou equipes
Round-robin (ráund-róbin) - Sistema de disputa em que os participantes são divididos em grupos e jogam entre si dentro do próprio grupo, saindo os melhores classificados de cada grupo para as semifinais ou diretamente para a final, que a partir daí se tornam eliminatórias simples.
Set - Parte da contagem do tênis. A série termina quando um dos tenistas atingir seis games vencidos, desde que haja dois games de diferença. Há jogos em melhor de três ou cinco sets.
Set point (sét-póint) - Ponto que permite encerrar um set.
Sidespin (sáid-ispin) - Efeito dado na lateral da bola, provocando uma parábola na sua trajetória.
Slice (isláice) - Nome dado ao efeito dado à bola que a faz girar em sentido contrário ou lateral
Smash (isméx) - Golpe dado por sobre a cabeça. Também conhecido por cortada.
Special exempt (ispéxial-equizêmpit) - Regra do tênis profissional que dá o direito de um jogador disputar um torneio sem passar pelo qualificação, desde que esteja disputando a semifinal ou final de um torneio de maior ou igual importância na semana anterior.
Spin (ispín) - Diz-se do tipo de efeito empregado na bolinha. Veja "topspin", "underspin", "sidespin" e "flat".
Sweet spot (suít-ispót) - Designação em inglês criada para definir o local da raquete onde o impacto com a bola alcançará o máximo rendimento.
Swing-volley (suíngui-vôlei) - Golpe de fundo dado sem que a bola quique no chão.
Tie-break ou tiebreaker (tái-brêiqui ou tái-brêiquer) - Sistema de desempate utilizado quando o placar atinge 6 games a 6 (no tênis atual). O tie-break vale por um game todo e é disputado em melhor de 12 pontos, com cada jogada valendo 1 ponto. A vitória cabe a quem atingir 7 pontos, desde que com diferença mínima de 2 pontos.
Time (táimi) - Termo utilizado pelo juiz de cadeira para indicar que o tempo de descanso dos jogadores está esgotado.
Timing (táimin) - Termo em inglês que significa "tempo de bola", ou seja a sincronia ideal que se deve executar um golpe.
Topspin (tóp-ispin) - Efeito dado sobre a bola, o que a faz quicar mais alto e em direção ao fundo da quadra após tocar o chão.
Top ten (tóp-ten) - Termo para designar o conjunto dos 10 mais bem classificados (jogadores, duplas, equipes ou países) de um ranking.
Toss (tós) - Termo em inglês que designa o lançamento da bola para o alto durante o movimento de execução de um saque.
Underspin (ânderspin) - Efeito dado por baixo da bola, o que a faz perder velocidade e quicar baixo ao tocar o chão.
Wild card (uáild-card) - Convite feito a qualquer jogador para que ele participe de um torneio.
Winner (uíner) - Ponto vencedor. Bola lançada em local indefensável para o adversário. O winner pode ser dado num saque, voleio, deixadinha, passada ou golpe de fundo de quadra.
WTA - Sigla da Associação feminina de tênis profissional (Women´s Tennis Association)

Para jogar o jogo, será necessário baixá-lo.
Para assistir o aberto da australia, só na ESPN.

Present Perfect Tense - no discurso do Presidente Barack Obama

Selecionei algumas frases ditas pelo Presidente Barack Obama para mostrar a importância do Present Perfect no aprendizado da Lingua Inglesa. Antes, vamos referenciar um pouco o tempo verbal que muitos alunos acham um dos assuntos mais complicados de aprender em língua inglesa.

Para a gramática mais respeitada a “English Grammar in Use”, o Present Perfect é usado nas seguintes situações:

• Usamos o Present Perfect quando o passado tiver uma ligação com o Presente
EX: Oh dear, I have forgotten her name. (Oh querida, eu esqueci seu nome). Isto quer dizer, que eu não consigo lembrar agora.

• Usamos o Present Perfect frequentemente para dar uma nova Informação ou anunciar um acontecimento recente.
EX: I have lost my Keys (Eu perdi minhas chaves).

• Usamos Present Perfect pra dizer que você nunca fez algo ou não fez durante um período de tempo que continua no presente.
EX: My nephew has never driven a car. (Meu sobrinho nunca dirigiu um carro)

Para a gramática “Advanced Grammar in Use”:

• Usamos o Present Perfect para falar sobre algo que terminou recentemente e podemos ainda ver seu resultado.
• EX: He has broken his finger and is in a lot of pain. (Ele quebrou dedo dele e está doendo muito)

• Usamos o Present Perfect pra sugerir que uma atividade aconteceu apenas uma vez ou um número específico de ocasiões.
EX: He has played for Vasco da Gama team in 64 matches so far. (Ele jogou pelo time do Vasco da Gama em 64 partidas até agora.)

• Usamos o Present Perfect para falar sobre situações (características gerais ou circunstancias) que existe até o presente momento.
• EX: Where’s Dr. Roberto’s oficce? ‘Sorry I don’t know. I haven’t worked here for long
(Onde fica o escritório do Dr. Roberto? ‘Desculpa, não sei. Eu não trabalho aqui há muito tempo)

EM RESUMO: O Present Perfect Tense é um tempo verbal que SEMPRE tem uma conexão passado-presente ou presente-passado. Na Língua Portuguesa, sua tradução pode ser através dos tempo presente simples ou pretérito-perfeito.

Agora, vamos assistir alguns trechos do discurso da posse (legendados em inglês e português) onde Obama usa o Present Perfect
.

"Present Perfect" no discurso de Barack Obama - Trecho 1



"Present Perfect" no discurso de Barack Obama - Trecho 2




Outros trechos de Obama:

“We the People have remained faithful to the ideals of our forbearers, and true to our founding documents.”
TRADUÇÃO: Nós, o povo, permanecemos fiéis aos ideais de nossos antepassados e leais aos nossos documentos fundamentais.


“We have chosen hope over fear, unity of purpose over conflict and discord.”
TRADUÇÃO: Escolhemos a esperança acima do medo, a unidade de objetivos acima do conflito e da discórdia.


“The time has come to reaffirm our enduring spirit; to choose our better history; to carry forward that precious gift, that noble idea, passed on from generation to generation: the God-given promise that all are equal, all are free, and all deserve a chance to pursue their full measure of happiness.”
TRADUÇÃO: Chegou o tempo de reafirmar nosso espírito resistente; de escolher nossa melhor história; de levar adiante esse dom precioso, essa nobre ideia, transmitida de geração em geração: a promessa dada por Deus de que todos são iguais, todos são livres e todos merecem a oportunidade de perseguir sua plena medida de felicidade.

“Our journey has never been one of short-cuts or settling for less. It has not been the path for the faint-hearted -- for those who prefer leisure over work, or seek only the pleasures of riches and fame.”
TRADUÇÃO: Nossa jornada nunca foi de tomar atalhos ou de nos conformar com menos. Não foi um caminho para os fracos de espírito -- para os que preferem o lazer ao trabalho, ou buscam apenas os prazeres da riqueza e da fama.

Breve Análise da Música "Miss Independent" em aspecto GRAMATICAL E FUNCIONAL

Em seu aspecto gramátical, verifico que a música de Ne-Yo tem alguns errinhos. Já no seu aspecto funcional, verifico que a letra está perfeita. Primeiro, vamos diferenciar o que é aceitável e o que não é aceitável.

Ex: A palavra "Casa" - compreensível e aceitável na língua portuguesa (Tem significado)
A palavra "Aasc" - não compreensível e não aceitável em língua portuguesa (Não tem significado)

EM ALGUMAS PALAVRAS E EM ALGUNS VERSOS DA LETRA DA MÚSICA DE NE-YO TEMOS:

Aceitável no USO POPULAR -->Aceitável no USO DOS GRAMÁTICOS-->TRADUçÃO

Kinda women ---> kind of women ---> Tipo de mulheres
'Cuz ----> Because ----> Por que
She walk like a boss ------> She walkS like a boss ----> Ela anda como um chefe

Obs. regra geral, acrescenta-se "S" em algumas terminações dos verbos em terceira pessoa do sing. do Simple Preset

Em resumo, não temos palavras e versos incompreensíveis na letra da música de Ne-Yo em "Miss independent"

Miss Independent - song and lyrics





Yeaaah, yeah, yeah,
Yeaaah, yeah, yeah
Yeah, yeah, yeah, mmm
Ooh, it's something about
Just something about the way she moved
I can't figure it out, there's something about her (about her)
Say ooh, there's something about
Kinda women that want you but don't need you
Hey, I can't figure it out
There's something about her

Cuz' she walk like a boss
Talk like a boss
Manicured nails just sent the pedicure off
She's fly effortlessly
Cuz she move like a boss
Do what a boss
Do, she got me thinking about getting involved
That's the kinda girl I need

She got her own thing
That's why I love her
Miss independent
Won't you come and, spend a little time
She got her own thing
That's why I love her
Miss independent
Ooh the way you shine
Miss independent

Yeaaah, yeah, yeah,
Yeaaah, yeah, yeah,
Yeah, yeah, yeah, yeahh, hmmm

Ooh, there's something about
Kinda woman that can do it for herself
I look at her and it makes me proud
There's something about her
There something, ooh, so sexy
About the kinda women that don't even need my help
She says she got it, she got it, no doubt
There's something about her

Cuz' she work like the boss
Play like the boss
Car and a crib she about to pay em both off
And her bills are paid on time
She made for a boss
Soley a boss
Anything less
She's telling em to get lost
That's the girl that on my mind

She got her own thing
That's why I love her
Miss independent
Won't you come and, spend a little time
She got her own thing
That's why I love her
Miss independent
Ooh the way you shine
Miss independent

Yeah, hmmm

Her favorite thing is to say don't worry I got it (hmm)
And everything she got best believe, she bought it (hmm)
She gon steal my heart ain't no doubt about it
Girl, you're everything I need
Said you're everything I need

Yeaaah, yeah, yeah,
Yeaaah, yeah, yeah
Yeah, yeah, yeah, mmm

She got her own thing
That's why I love her
Miss independent
Won't you come and, spend a little time
She got her own thing
That's why I love her
Miss independent
Ooh the way you shine
Miss independent

Miss independent, that's why I love her....

Aula de Música de Forma Inovadora

Song Video Music Class é uma aula de música associada com video clips. É uma forma de você adquirir novas palavras, expressões e um pouco da gramática da língua inglesa. Dentro de uma situação contextualizada desenvolvida pelo próprio Video Clip. Para você não esqueçe mais a música estudada, você também poderá fazer uma atividade sobre a música (tema da aula) de forma interativa. E por fim, ver toda sua tradução. Você não perderá nada, só ganhará!
Observação: A atividade desenvolvida para este site é similar com as aulas lecionadas por mim.
"I hope you enjoy the song!"
Clique aqui e comece a prática um pouco da língua inglesa numa aula de música feita para alunos internautas.

Video Aula

Video English Test é um joguinho feito por mim para testar o Listening dos alunos através de cenas editadas do seriado Smallville. Descubra se você consegue entender o que eles estão dizendo.
Clique aqui!

Happy New Year Every One!

New Year's Day is the first day of the new year. On the modern Gregorian calendar, it is celebrated on January 1, as it was also in ancient Rome (though other dates were also used in Rome). In all countries using the Gregorian calendar as their main calendar, except for Israel, it is a public holiday, often celebrated with fireworks at the stroke of midnight as the new year starts. January 1 on the Julian calendar corresponds to January 14 on the Gregorian calendar, and it is on that date that followers of some of the Eastern Orthodox churches celebrate the New Year.